Pular para o conteúdo principal

Quebra-Cabeça

Procuro acreditar sempre, que mais cedo ou mais tarde as coisas acabam se se encaixando neste gigantesco quebra-cabeça da vida.
É importante que saibamos, reunir o maior número de cartas possivéis...
Ter sempre muitas possibilidades...
Ter sempre muitos caminhos a seguir.

Mas fique atento.
Não descarte nenhuma carta e tampouco já defina antecipadamente, o lugar de cada uma na bagunça aparente...

Tenha paciência...
Reflita sobre as posições das coisas dispersas e das pessoas desconhecidas...
Mas antes de qualquer coisa procure refletir mais sobre sua posição atual neste jogo embaralhado pelas circusntâncias, coincidências e destinos diversos.
sua posição pessoal é aquela que deve começar antes de qualquer coisa.
Onde é que vc está errando?
Como vc está errando?
e de seus erros qual deles mais te incomodam?
Já parou para pensar se na maioria das vezes, você não está tentando encaixar um quadrado dentro de um círculo...?

Reflita sobre isso..
Vai perceber que talvez seja preciso, ou até interessante, aumentar o círculo ou diminuir o quadrado...

Ou quem sabe tentar outra peça...
substituir para combinar, recombinar para dar certo...
Comece retirando as dúvidas, desacertos e desencontros.
Apagues as incertezas...
redistribua as energias...
repense as posições...as certezas

Um quebra cabeça descente leva tempo para ser montado...
leva tempo para ser entendido
leva tempo para ser interpretado...

Então mãos-a-obra e pare de se lamentar com a incoerência e o caos que as peças soltas podem parecer demonstrar.

Reúna, some, multiplique...
Amplie sua visão para além do tabuleiro...

Sempre permita que peças estranhas entrem no conjunto...
elas podem não servir agora, mas podem se encaixar perfeitamente em outro
contexto...
Também não descarte as cartas velhas e certas...elas sempre poderam compor uma nova possibilidade em seu quebra cabeça.

Se precisar de pessoas para te ajudar, limite a interferência de forma que não fiquem tão perto a ponto de decidir e não tão longe a ponto de não entenderem o que você quer montar em sua vida.

Aceite convites, sugestões e dicas...mas lembre-se sempre de sua autonomia.
Perdê-la é deixar que os outros façam de sua vida o quebra-cabeça delas.
Ou pior ainda, que montem o seu quebra-cabeça em prol delas.

Seja flexível
assertivo
consciente

E quando tudo parecer montado e belo, porém sem um significado lógico para sua vida...
Sem aquilo que te toca, te faz sorrir e te faz chorar,
não tenha medo de destruir tudo de novo.
de rasgar o lixo...
reenbaralhar tudo...
redefinir tudo...
Para que a partir de uma nova perspectiva, de uma nova e mais abrangente forma de pensar e agir, você possa realmente chegar cada vez mais perto de compreender parte ou a totalidade do seu quebra-cabeça pessoal...
dos motivos... e das razões primeiras dessa fantástica aventura humana, que chamamos de vida.

Que o jogo comece...novamente

Comentários

  1. Passando para prestigiar as abençoadas postagens, te convido para visitar a minha Web Rádio, que há 3 anos vem tocando 24 hs louvores avivados e mensagens edificantes...
    acesse o nosso blog e confira nossa programação:
    http://www.radiopentecostal.blogspot.com
    Aceito Parceria = Troca de Banner.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos compartilhar nossas possibilidades.
Distribuir nossas idéias.
Agir e interagir no espaço comun dos blogeiros de qualquer tipo.

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA CLÁSSICA E AS IDEIAS DE MAQUIAVEL.

A tradicional concepção de política  proposta por Aristóteles, prevê uma visão oriunda da natureza humana  e que através de um continuo aprimoramento leva o indivíduo a  desenvolver um comportamento virtuoso por meio de escolhas que  possibilitem  a realização do bem comum e individual no contexto social grego. Há uma estreita relação entre o comportamento ético e o comportamento político, que inevitavelmente está ligado à moral, pois o ato de perseguir este bem moral, este bem comum, o bem da polis leva o indivíduo  a exercer e deliberar sobre os assuntos da polis. E isso reflete uma igualdade entre aos cidadãos, que a partir da unidade constroem a diversidade, princípio fundamental da vida e da política grega segundo Aristóteles. Nesta perspectiva, contrariando o pressuposto lógico da anterioridade do indivíduo, a polis é anterior a este, e este sem a polis não poderia existir. É a cidade que sustenta conceitualmente o individuo e é por meio dela que o individuo realiza e potencializ…

Esoterismo é uma religião?

Bem, foi esta pergunta que uma grande amiga me fez outro dia, quando por ocasião de uma situação inusitada, ouvíamos na CBN uma entrevista com Teólogo e Professor de filosofia da UFRJ, Leonardo Boff. O repórter da CBN havia lhe perguntando a respeito da reação tardia da igreja católica sobre a onda de casos de pedofilia envolvendo padres católicos.

Durante o papo e falando sobre a problemática da sexualidade humana, na igreja e na família como um todo, acabei pegando um gancho nas belíssimas respostas dada por este grande mestre Leonardo, e lhe apresentei minha posição pessoal sobre o que significa Integração Holística, busca ao transcendente, equilíbrio humano, dualidade e outros tantos conceitos que fazem parte do dicionário de quem, sem dar nome ao bois tem uma busca pessoal baseada na verdadeira acepção da palavra religiosidade.

No vai-e-vem do papo ontológico que travamos, referi-me ao conceito de esoterismo como um caminho de integração e conexão (No sentido de Religare e não de…

O Discurso do Método Terceira parte

O estudo da obra de Descartes, mais precisamente entre a 3ª e 4ª parte do Discurso do Método, conforme proposto pelo professor, iniciou-se com a revisão dos conceitos elaborados pelo autor que culminaram com a sua mais famosa máxima: Penso, Logo Existo. A partir desta perspectiva o mesmo constrói sua linha de raciocínio em busca de uma contínua desconstrução de todo e qualquer obstáculo ao princípio de verdade. O que o autor define como Dúvida Metódica. Começa por meio da implantação de um filtro, onde através de análises profundas e metódicas, estabelece um critério básico como ferramenta de aprimoramento de suas idéias. Esse filtro se refere, portanto à definição da verdade e da falsidade nas coisas. Aquilo que possuir a verdade em sua totalidade, passa no filtro do que pode ser dito como verdade e de outra forma, aquilo, que possuir ou conter mesmo que pequenos traços de falsidade deve ser descartado do contexto das verdades dotadas de clareza e exatidão em sua essência.

Em busca …